Como posso superar o fim do namoro?

“Depois de seis meses de namoro e cinco anos de amizade, ele quis terminar o namoro. Mas não deu nenhuma satisfação. Simplesmente parou de falar comigo. Eu me senti abandonada. Foi uma decepção muito grande. Eu me perguntava: ‘O que fiz de errado?’” — Raquel.
O FIM de um namoro pode causar muita tristeza e profundo desânimo. Veja o caso de Jorge e Susana, que namoraram por dois anos e ficaram muito apegados. Durante o dia, Jorge enviava mensagens de texto a Susana com expressões de afeto. De vez em quando, dava presentes para mostrar que estava pensando nela. “Jorge realmente tentava me ouvir e me entender”, disse Susana. “Ele me fazia sentir especial.”
Não demorou muito e eles estavam falando sobre casamento e onde iriam morar. Jorge chegou até a pensar em comprar as alianças. Então, de repente, ele terminou o namoro! Susana ficou arrasada. Ela continuou com sua rotina, mas estava desnorteada. “Eu não conseguia nem pensar direito e não tinha forças para nada”, disse ela.
Por que dói tanto
Se você já esteve numa situação igual à de Susana, talvez tenha se perguntado: ‘Será que algum dia as coisas voltarão ao normal?’ (Sua angústia é compreensível. O fim de um namoro talvez tenha sido uma das experiências mais traumáticas de sua vida. De fato, muitos dizem que terminar um namoro é como se parte de você morresse. A pessoa pode até passar por estágios típicos do luto, incluindo:
Negação. ‘Não pode ser o fim. Ele mudará de idéia em um ou dois dias.’
Raiva. ‘Como ele pôde fazer isso comigo? Eu o odeio!’
Depressão. ‘Ninguém me ama. Nunca ninguém vai me amar.’
Aceitação. ‘Isso vai passar. Doeu, mas já estou melhorando.’
A boa notícia é que você pode alcançar o estágio de aceitação. Mas será que vai demorar muito? Isso depende de vários fatores, incluindo quanto tempo durou o namoro e até que ponto ele chegou. Enquanto isso, como você pode lidar com a dor de um coração partido?
A vida continua
Pode ser que já tenha ouvido a expressão: o tempo cura todas as feridas. Logo que termina o namoro, essas palavras talvez não lhe tragam nenhum consolo, porque o tempo é apenas parte da solução. Para ilustrar: quando você se corta, na hora dói, mas com o tempo vai sarar. Primeiro, você precisa estancar o sangramento e aliviar a dor. Também terá de cuidar para que o corte não infeccione. O mesmo se aplica a uma ferida emocional. Na hora dói. Mas existem alguns passos que você pode dar para aliviar a dor e para que a amargura não infeccione a ferida. O tempo fará a parte dele. E você, fará a sua? Experimente o seguinte.
▪ Não reprima sua dor. Não há nada de errado em se entregar ao choro.Chorar não é sinal de fraqueza. 
▪ Cuide de sua saúde. Exercício físico e boa alimentação ajudarão você a repor a energia gasta com o sofrimento emocional causado pelo fim do namoro. 
A que aspectos da sua saúde você talvez precise dar atenção?

▪ Mantenha-se ocupado. Não pare de fazer as coisas que gosta. E agora, mais do que nunca, não se isole. A companhia de pessoas que se importam com você lhe dará algo positivo no qual se concentrar.

Olhe para frente
Depois de se restabelecer, seria bom analisar exatamente o que aconteceu nesse namoro. Quando estiver preparada para fazer isso, pode ser de ajuda anotar suas respostas às seguintes perguntas.
▪ Ele explicou por que terminou o namoro? Em caso afirmativo, escreva o motivo abaixo, quer o ache válido, quer não.
▪ Na sua opinião, que outros motivos poderiam estar envolvidos?

▪ Ao olhar para trás, acha que poderia ter feito alguma coisa para evitar o fim do namoro? Em caso afirmativo, o quê?

▪ Será que essa experiência ajudou você a ver onde pode melhorar em sentido emocional?

▪ Você faria alguma coisa diferente no seu próximo namoro?
É verdade que as coisas não saíram como você queria. Mas lembre-se: durante uma tempestade, parece não haver nada além de um céu escuro e muita chuva. Com o tempo, porém, a chuva pára e o céu clareia. As jovens citadas neste artigo descobriram que, com o tempo, é possível seguir em frente. Tenha certeza de que você também conseguirá.
Embora as pessoas citadas neste artigo sejam mulheres, os princípios considerados aqui se aplicam também aos homens.

PARA VOCÊ PENSAR
▪ O que descobriu sobre si mesma nesse namoro que terminou?
▪ O que aprendeu sobre o sexo oposto?
▪ Com quem pode se abrir quando a dor do namoro desfeito parecer insuportável?
Esse post foi publicado em DICAS. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s